Project Description

Meu nome e Jessica e em janeiro de 2020 aos 25 anos descobri que estava gravida ,eu estava no último ano da faculdade, sem nada estável, sem trabalho, e sabia que meus pais não me apoiariam , então decidi por fazer o aborto com Misoprostol então fiz isso com 12 comprimidos de misoprostol eu estava com 4 semanas de gravidez, fiquei sozinha na hora de todo o processo, adquiri o medicamento através do site Misoprostol Brasil e só tenho a agradecer o atenção e a rapidez em no qual fui atendida, para as mulheres que desejam fazer o aborto recomendo que 2 ou 3 dias antes de fazer você se prepare, com uma alimentação saudável, tenha um termômetro, ibuprofeno para a dor, soro para hidratar.
Então vou contar como fiz o aborto com misoprostol a primeira dose de 4 comprimidos de misoprostol tomei por via sublingual às 13 horas, esperei 30 minutos e engoli o resto com soro.
2:00 Fui ao banheiro com diarreia líquida e cólicas aparecem.
Começo da febre 2:20 37,6 Eu ligo o termômetro
3:14 Coloquei a segunda dose de 4 comprimidos debaixo da língua, mesma febre.
3:33 a febre passou
3:40 diarreia, mais 4 vezes fui ao banheiro e só vejo gotas de sangue.
5:54 cólicas.
6:20 sangramento normal com um coágulo.
7:00 diarreia e sangramento com um coágulo.
7:00 Coloquei a última dose de 4 comprimidos.
19h40 sangrando e coagulando com um saco do tamanho de uma semente de maçã.
20h15 Voltei para expulsar mais coágulos e diarreia. Demorou 7 horas para os comprimidos fazerem efeito.
Depois do ocorrido, cuidei bem de mim, bebi chás maguey para limpar meu corpo e não fiz nenhum esforço. É muito importante não levar isso de ânimo leve, é um aborto, verifique primeiro se não é uma gravidez ectópica, se for assim, nem todas as opções acima funcionam no seu caso, pode deixar sequelas se você não cuidar de si mesma. Não tive oportunidade de fazer um check-up para ver se não sobrou nenhum resíduo, mas se você fizer, recomendo.
Demorou um mês inteiro com menstruação e sem sexo, agora estou 5 meses desde aquele dia.
Agora em uma pandemia global, eu só fantasio sobre como as coisas teriam sido diferentes com aquela decisão, dói pensar nisso, acho que a dor mais forte é emocional por querer tanto ser mãe e não poder dar nada, nem ter algo a oferecer e não poder contar com o apoio da família e venho aqui escrever. Você sempre toma a decisão, mas esteja ciente de que isso marcará sua vida e você tem que ser forte. Porque uma vez feito, não há como voltar